Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest

Fluid Edge Themes

ANALISAMOS E SIMPLIFICAMOS. ASSIM, SOMOS MAIS EFICIENTES NA SOLUÇÃO DE PROBLEMAS E SUA EMPRESA MAIS ÁGIL NA TOMADA DE DECISÕES.

POR QUE NOSSOS CLIENTES NOS ESCOLHEM?

Ética está na nossa alma

No nosso modo de agir, em nossos relacionamentos profissionais, em nosso cotidiano. Nosso código de ética não é para “inglês ver”. Acreditamos em uma advocacia ética e na ética como instrumento de reconstrução de pessoas, organizações e de nossa sociedade.

Atribuímos importância absoluta à entrega, ao resultado

Sabemos que somos, antes de tudo, solucionadores de problemas. Mas, sobretudo, queremos nos antecipar, alertar, corrigir rotas, planejar. Somos agentes de mudança.

Sem vivência, o Direito, para nós, não faz sentido

Não aderimos ao debate puramente acadêmico. Vamos direto ao ponto, com insights e abordagens práticas. Temos o Direito como instrumento de estratégia de negócios. Esse é o nosso verdadeiro norte.

Cada um na sua? Não para nós

Também somos empresários e, por isso, sentimos, entendemos e compartilhamos as mesmas dores e as preocupações de cada um de nossos clientes, conhecendo seus negócios, suas particularidades e necessidades. Acreditamos e verdadeiramente

Não cultivamos egos

A arrogância não faz parte de nossas vidas. Propomo-nos a construir relacionamentos com simplicidade, humildade, empatia e, sobretudo, transparência.

Gestão está em nosso DNA

Estudamos e aplicamos tudo o que há de mais moderno nesse sentido. Somos apaixonados por inovação e tecnologia e isso faz com que nosso olhar e nossa prática sejam focados na eficiência e na qualidade em absolutamente tudo o que fazemos.

Não aceitamos a mesmice, ou o 'sempre fiz assim'

Tudo, exatamente tudo, pode ser desafiado, recriado, aperfeiçoado. Incentivamos a autonomia criativa de nossa equipe. Imobilismo? Não aqui. Acreditamos, também, na capacidade de colaboração. Agimos sempre em cooperação. Somos um time.

ÁREAS EM QUE SOMOS ESPECIALISTAS

NOSSOS INSIGHTS

Nossa abordagem jurídica aplicada ao desenvolvimento de negócios

  • Vanessa Silva Dias, assistente jurídica da área Cível, Contratos e Recuperação de Empresas | Publicado no site do Jornal o Tempo dia 28/09/2020 O julgamento de dois pedidos de providências envolvendo processos judiciais e administrativos durante a pandemia, mostrou como o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) tem se posicionado sobre a prática de audiências on-line. Segundo o órgão, a simples discordância unilateral quanto à realização de audiência virtual não é suficiente para o seu adiamento. Conforme a decisão nesses dois casos, seria necessária a apresentação de um justo motivo para a

  • Por Fernanda Alves Miranda Moreira, assistente jurídica | Matéria pública na versão impressa do jornal O Hoje no dia 28/09/2020 A pandemia trouxe significativos impactos na vida de milhões de brasileiros, inclusive os que trabalham com o sistema judiciário. Considerando um cenário de incertezas, medidas imprevisíveis precisaram ser tomadas para garantir o acesso à justiça, que está previsto no art. 5º, XXXV da Constituição Federal. Ele consiste na ordem de que “a lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça de direito”, ou seja, não deixará de ser analisada qualquer violação de direitos.

  • Por Fatianne Batista Santos, advogada da área Ambienta | Publicada no site do jornal Diário do Comércio dia 25/09/2020 Publicada em agosto desse ano, a Deliberação Normativa (DN) nº 238, do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam), trouxe novas diretrizes para Programa de Educação Ambiental (PEA), que é o conjunto de ações voltadas para o ensino-aprendizagem das populações afetadas pelos empreendimentos que realizam intervenção ambiental. A nova Deliberação, que visa otimizar procedimentos, alinhar entendimentos, aprimorar a redação e revogar pontos defasados, alterou a DN 214, de 2017. Sua principal alteração foi a

  • Por Renatha Amaral Silva, advogada da área Cível, Contratos e Recuperação de Empresas | Publicado no jornal - Tribuna do Planalto em 21/09/2015. As medidas de isolamento adotadas para conter a propagação do coronavírus no Brasil têm forçado as empresas a se reinventarem constantemente para permanecerem em funcionamento e, ao mesmo tempo, atenderem às exigências impostas pelos governos municipais, estaduais e federal. A necessidade de se adequar aos decretos governamentais, que, muitas vezes, entram em conflito, causa grande confusão, visto que a legislação está em constante alteração. Como é o caso dos

NOSSA GENTE

Nossa equipe de especialistas